quinta-feira, 12 de março de 2009

Ah, se meu caderno fosse 3G...


O mais legal seria poder mandar cartas escritas à mão por e-mail. Nada mais dos caracteres frios. Só mesmo linhas tortas escritas com caligrafia apressada. Seria a união da praticidade e velocidade do e-mail com a sinceridade, e até um pouco do romantismo das cartas.

Os erros que seriam que eu cometesse enquanto escrevia a carta apareceriam, tirando um pouco da infalibilidade que o computador trouxe e dovolvendo devolvendo a humanidade e o erro à comunicação. Por que qnd ser quer realmente dizer algo pra alguém a vontade acaba faznedo com que sempre haja um errinho ou dois que enfatiza o sentimento e a mensagem.

Mas pra que isso fosse possível, não bastaria que só o meu caderno fosse 3G, senão nenhum outro caderno ou computador seria compatível. Todos os computadores do mundo e todos os cadernos teriam q ser essa mistura de delator com confidente.

2 comentários:

Lucas Conrado disse...

é... nunca imaginei isso.
Realmente, mandar cartas no lugar dos e-mails seria muito mais interessante! Mesmo que até dá pra fazer isso. Escaneando cartas.
É complicado, mas dá pra fazer...

Seja como for, linkei seu blog no Meus Pensamentos

Nick Pink disse...

Interessante a ideia... Um professor meu era adepto da teoria de que a verdadeira alma da redação está no rascunho. Porque os erros, os recortes, as mudanças de palavras também fazem parte da identidade da pessoa. E, pra falar a verdade, eu tenho perdido bastante o hábito de escrever a mão, minha letra tem ficado até mais feinha... Tão mais prático o teclado do PC, né mesmo? Até o diário eu passei pra cá! Mas eu também acho mais romântico escrever a mão, de repente se esse caderno 3G for lançado no mercado eu compro pra experimentar! hehe

Seguindo!
Abraços!

http://vivereler.blogspot.com/